Incompetência sem limite: Projeto do anel viário de Brasileia é reprovado por técnicos de empresa contratada pelo Dnit

Parece ilimitada a incompetência instalada no governo da Gladson Cameli.

Nada anda porque o governador, ao contrário do que disse em campanha, colocou pessoas erradas em lugares errados.

A cada dia fica latente que há uma cambada de incompetentes em setores estratégicos da administração púbica.

O pior é que quem perde é a população.

O atestado de incompetência e ineficiência da vez vem da fronteira.

Ao contrário do que vem sendo alardeado pelo governador, o anel viário de Brasileia e Epitaciolândia dificilmente sairá da promessa.

Isso porque o governo simplesmente errou feio nos projetos enviados ao Departamento Nacional de Infraestrutura Terrestre (Dnit).

Elaborados pelo consórcio formado pelas empresas Cidade/CZS/Meta, os projetos foram reprovados por “não atender aos normativos aplicáveis”.

O relatório de reprovação foi elaborado por técnicos da empresa STE – Serviços Técnicos de Engenharia, com sede no Rio Grande do Sul, que tem o Dnit como cliente.

A reprovação se deu nos estudos de tráfego, geológicos, geotécnicos e pavimentação.

A previsão era que as obras tivessem início este ano.

Com a reprovação, dificilmente o governo conseguirá sanar as pendências fruto de incompetência a tempo.

Veja a pendências:

Estudos de Tráfego

  •  Adequar o estudo para considerar parte do fluxo relacionado a Brasiléia como transferido para a via;
  •  Apresentar consideração referente a correções sazonais;
  •  Apresentar o estudo reavaliando a taxa adotada de crescimento do tráfego;
  •  Apresentar os fluxogramas de tráfego de ambas as interseções;
  •  Apresentar cálculo e resultados da avaliação de Nível de Serviço para cada ano de operação;
  •  Apresentar ART e Declaração de Responsabilidade dos profissionais.

Estudo Geológicos

  •  Apresentar mapas geológicos complementares contendo as informações necessárias;
  •  Apresentar propostas de soluções para os problemas geológicos não considerados justificando de maneira técnica e econômica
  •  Apresentar ART e Declaração de Responsabilidade dos profissionais.

Estudos Geotécnicos

 . Falta apresentar ensaios de laboratório realizados para o Estudo do Subleito e Cortes, Estudo de Empréstimo e Estudo de ocorrências;

  •  Falta apresentar definição em relação ao material de baixa capacidade de suporte e/ou solo mole;
  •  Compatibilizar o ISC de projeto às definições de substituição de solo de baixa capacidade de suporte;
  •  Falta apresentar o estudo estatístico do subleito separados em segmentos homogêneos;
  •  É necessária a apresentação dos ensaios dos materiais in natura e de todas as misturas estudadas, de forma a se verificar a adequada solução para o projeto, devendo ser apresentada justificativa técnica para a mistura selecionada considerando as indicações do anteprojeto. Atentar para as propriedades da base definidas na norma DNIT 141/2010‐ES: Pavimentação ‐ Base estabilizada granulometricamente.
  •  Apresentar ART e Declaração de Responsabilidade dos profissionais.Pavimentação

Pavimentação

  •  Falta apresentar os resumos e estatísticas de ensaios de laboratório realizados para o Estudo do Subleito e Cortes, Estudo de Empréstimo e estudo de ocorrências, bem como de misturas para pavimentação;
  •  Apresentar justificativa técnica do CBR de projeto considerando a distribuição de materiais dos empréstimos, bem como as indicações de substituição de solo definidas nos Estudos Geotécnicos;
  •  Adequar o Número N calculado a partir das diretrizes indicadas na análise do Estudo de Tráfego;
  •  Apresentar estudos de misturas de materiais para camada de base de forma a se justificar soluçãotécnica adequada ao projeto.
  •  Reavaliar as ocorrências de materiais disponíveis, bem como a disponibilidade de volume de material.
  •  Apresentar ART e Declaração de Responsabilidade dos profissionais.

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:
Close Bitnami banner
Bitnami