Há cinco anos, Acre registrava o primeiro transplante de órgão da Região Norte

Coisas importantes viram normais quando funcionam.

Quando são incorporadas à rotina.

Esse é o caso do programa de transplantes de órgãos do Acre.

Sexta-feira, completou cinco anos que o primeiro transplante de órgão foi realizado no Acre.

Isso foi possível pela determinação do governador Tião Viana, que contratou empresas e especialistas para realizarem os procedimentos.

O Acre é o único estado da Região Norte a realizar esse tipo de procedimento.

Desde a sua implantação, o programa realizou mais de 300 procedimentos de fígado, rim e outras especialidades.

Responsável pela empresa contratada por Tião Viana, o médico paulista Tércio Genzini usou a sua conta no Facebook para destacar os cinco anos do primeiro transplante.

“Muitas vezes nos confrontamos com situações que colocam em dúvida os valores da honestidade , do mérito , da virtude”, disse.

Segundo o especialista, para os profissionais envolvidos, a saúde de seus pacientes sempre foi prioridade, tinham o objetivo de trazer o procedimento de mais alta complexidade para seu hospital , para sua cidade , para seus pacientes.

“ E este esforço resultou num marco histórico na vida de todos : a realização de um sonho , o transplante de fígado no Estado do Acre , o primeiro na rede pública da Região Norte”

Genzini destacou o papel de cada profissional envolvido, ao governador Tião Viana e finalizou: “O primeiro passo foi dado , na direção certa, e nossa maior recompensa será a plena recuperação do paciente , ao qual agradecemos a confiança que depositou nesta equipe”.

Tércio Genzini está no Acre. Fez atendimento ambulatorial ontem.

Deve ter conversado com o governo para retomar o programa.

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:
Close Bitnami banner
Bitnami