Governo Cameli recebe R$ 54 milhões a mais de FPE, comparado com fevereiro de 2019

Se há um governo que chora de barriga e cofre cheio, esse é o governo Gladson Cameli.

A cada mês fica clara uma afirmação de Cameli: “Dinheiro tem, o que falta é gestão”.

Esse Portal comprovou que a administração estadual virou o ano com R$ 340 milhões em caixa, de recursos próprios.

Some-se a esse valor outro R$ 1,3 bilhão deixado pela administração Tião Viana para investimentos em obras e Produçao.

Esta semana, o cofrinho de Cameli ficou ainda mais cheio. A primeira parcela do Fundo de Participação dos Estados (FPE) veio R$ 54 milhões a mais do que o mesmo período do ano passado.

Em fevereiro de 2019, na 1ª parcela, foram depositados R$ 196,4 milhões.

Em fevereiro deste ano o valor saltou para mais de R$ 236 milhões.

Com recurso de sobra, é inconcebível que o governo deixe de pagar fornecedores, prestadores de serviço e, principalmente, permita que falte medicamentos nos hospitais.

Gladson Cameli já é considerado o pior governador do Brasil. Ele conhece dinheiro, faz a política do Tio Patinhas, mas não sabe nada de gestão.

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:
Close Bitnami banner
Bitnami