HomeEspinho e a PolíticaGoverno Cameli deixa de investir mais de R$ 91 milhões em Segurança...

Governo Cameli deixa de investir mais de R$ 91 milhões em Segurança Pública, mesmo com dinheiro em caixa

“Dinheiro tem, o que falta é gestão”.

A frase acima foi exaustivamente proferida por Gladson Cameli na campanha de 2018.

Cameli foi eleito e reeleito no primeiro turno, mas demonstrou que de gestão pouco ou nada entende.

Há muito dinheiro, mas o governo não aplica.

De 2019 a 2022, os estados brasileiros e o Distrito Federal deixaram de destinar R$ 2,47 bilhões da verba disponibilizada pela União para segurança pública.

O Fundo Nacional de Segurança Pública (FNSP) repassou esse valor durante a gestão do presidente Jair Bolsonaro.

Desse montante, R$ 125,5 milhões foram destinados ao Acre.

O governo acreano, que vive uma crise gigante de segurança, utilizou somente R$ 33,9 milhões.

Os outros R$ 91,6 milhões deixaram ser aplicados.

Segundo o site Metrópole, a extrema burocracia, pandemia da Covid-19 e falta de servidores estão entre as causas apontadas pelos estados e por especialistas para a pouca utilização do recurso.
Ainda segundo o site, nos últimos quatro anos, o Fundo de Segurança repassou R$ 3,3 bilhões às unidades da Federação, mas apenas R$ 867,5 milhões dessa verba foram ou estão sendo executados.
Ou seja, 74% do montante não tiveram destinação e seguem represados nas contas das estados e do DF.
Os dados foram fornecidos pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP), a pedido do Metrópoles, via Lei de Acesso à Informação (LAI) e site da Transparência do governo federal.

 

Esse tipo de recurso financeiro visa beneficiar a segurança nos estados, com a construção de delegacias, batalhões e unidades de perícia criminal, entre outros benefícios.

Veja a matéria completa aqui.

 

 

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

vale a leitura