Governo Bolsonaro pretende privatizar Serra do Divisor, Parque do Chandelss e reserva extrativista do Acre

Os parques da Serra do Divisor e do Chandelss, bem como as reservas extrativistas Cazumbá-Iracema, Chico Mendes, estão na lista de 222 propriedade da União espalhadas por 17 estados e Distrito Federal, que o governo quer passar para a iniciativa privada explorar (clique aqui para ver a lista completa).

São o indicações feitas pelos governos estaduais a pedido do governo federal.

Há desde prédios históricos e terrenos em locais privilegiados a parques nacionais e ilhas. Até mesmo um parque no Pantanal está entre os alvos do governo — com 135 mil hectares, quase o tamanho da cidade de São Paulo, o Parque do Pantanal Matogrossense hoje não tem infraestrutura turística alguma.

A denúncia foi feita a partir de documentos obtidos pelo site The Intercept e publicados no último dia 19.

Segundo a reportagem, é
Claro que essas áreas não serão todas concedidas ao mesmo tempo, e haverá modelos diferentes de concessão e destinação. Mas o projeto, que o governo deverá anunciar ainda neste ano, segue as bases de um programa iniciado há três anos pelo governo de Portugal.

Veja a reportagem completa:
https://urbsmagna.com/2019/10/18/the-intercept-denuncia-bolsonaro-quer-alugar-o-brasil-plano-e-transformar-areas-publicas-turisticas-em-empreendimentos-privados/

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:
Close Bitnami banner
Bitnami