Gladson exonera Tião Fonseca do Depasa e nomeia Moisés Diniz na Educação

Afogado pela incompetência e uma alagação de denúncias, o engenheiro Tião Fonseca foi exonerado do cargo de diretor-presidente do Depasa.

Fonseca mergulhou em festival de denúncias desde o primeiro dias à frente do órgão, inclusive com suposto favorecimento de empresas ligadas à sua família.

A exoneração de Fonseca está no Diário Oficial de hoje.

No mesmo Diário Oficial que exonerou o engenheiro, o governador Gladson Cameli nomeou o ex-comunista Moisés Diniz para o cargo de secretário adjunto da Secretaria de Estado de Educação e Esporte.

Moisés Diniz foi líder do ex-governador Tião Viana, no primeiro mandato, e diretor-presidente do Depasa, no segundo mandato.

Ainda no governo Tião Viana, Moisés foi secretário adjunto de Educação e Esporte, sem apresentar resultados. Nas suas mãos foi colocado o programa Quero Ler, mas, como teve fraco desempenho, foi substituído pelo professor Evaldo Viana.

Acostumado a ter cargos na estrutura do poder, Diniz esqueceu os ensinamentos de Karl Marx e decidiu se filiar ao PP, que é o herdeiro da Arena, o partido da ditadura militar, cujo maior expoente é o ex-governador de São Paulo Paulo Salim Maluf.

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:
Close Bitnami banner
Bitnami