Gladson exonera secretário adjunto de Educação

Os constantes escândalos na Secretaria de Estado de Educação (SEE) mexeu no andar de baixo da pasta.

Gladson Cameli exonerou o secretário adjunto Márcio Mourão, em tese o responsável pelos procedimentos administrativos na secretaria.

Mourão é afilhado político do deputado Antônio Pedro (DEM), que tem base política em Xapuri, mesmo reduto de Manoel Morais (PSB)

Esse um arranjo do governador para tentar dar ares de seriedade, haja vista semana passada foi desencadeada operação para apurar suposto desvio de recursos da merenda escolar.

Houve prisão, mas todos os supostos envolvidos foram liberados.

Mourão pagou os mais de R$ 10 milhões à empresa C. Com Importações e Exportações em tempo recorde.

O contrato foi assinado no dia 26 de dezembro, a empresa recebeu no dia 27, pela comercialização de quase dois mil computadores.

No dia 8, Cameli já tinha trocado o comando da Diretoria Financeira e Administrativa da SEE.

Nomeou Andreya de Oliveira Abomorad, que trabalhava no Depasa desde a gestão passada.

O que a sociedade espera é que as ações não fiquem restritas às exonerações. Há indícios de coisas erradas, que os órgãos de controle façam a parte que lhes cabe.

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:
Close Bitnami banner
Bitnami