Gladson e Rocha receberam quase R$ 250 mil em diárias

Gladson Cameli e Wherles Rocha não têm em comum apenas o fato de pilotarem, sem direção certa, o governo mais mal avaliado do Brasil. O que menos cumpriu promessas feitas em campanha.

Também não guardam semelhança apenas no discurso de culpar o passado por tudo o que deixaram de fazer nos primeiros 365 dias da sua administração de “mudança”.

Cameli e Rocha têm o mesmo gosto por aviação. Adoram viajar.

Juntos, o governador e o vice-governador do Acre consumiram R$ 243.8 mil em diárias com viagens dentro do Estado, para outros estados brasileiro e várias ao exterior.

Isso sem computar o aparato de assessores que quase sempre lhe fazem companhia nas andanças pouco produtivas.

Governador, Cameli consumiu R$ 130,2 mil. Rocha recebeu R$ 113,4 mil.

Por lei, tanto o governador quanto o vice-governador têm todas as suas despesas custeadas pelo erário. Não há ilegalidade.

O máximo que se pode cobrar é um pouco mais de moralidade e verdade. Afinal, um Estado vendido pelos seus governantes como “quebrado” não pode ser dá ao luxo de pagar quase uma quarto de milhão com esse tipo de coisa.

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:
Close Bitnami banner
Bitnami