Gladson Cameli tenta emplacar cunhado em diretoria do Basa

Operação da Polícia Federal envolvendo o outro cunhado, o Lalau Júnior, pode inviabilizar a nomeação do ex-presidente da Sudam

Uma coisa não se nega: Gladson Cameli cuida bem dos seus cunhados.

Depois de ter bancado a eleição e a reeleição de Nicolau Júnior (Progressistas) para a presidência da Assembleia Legislativa, o governador, junto com parlamentares do Centrão, está empenhado em acomodar o outro cunhado em função estratégica.

Exonerado pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) da presidência da Superintendência do Desenvolvimento da Amazônia (Sudam), o engenheiro Paulo Roberto Correia da Silva pode ser acomodado em uma diretoria do Banco da Amazônia (Basa).

O problema é que está havendo forte resistência de outros setores da politica regional, porque querem nomear o cunhado de Gladson Cameli na Diretoria de Crédito, que é considerada extremamente estratégica.

Outro problema, segundo fonte do Portal, é que Bolsonaro tomou conhecimento da operação da Policial Federal que culminou com o afastamento de Lalau Júnior da presidência do Legislativo estadual.

Essa operação poderá afetar a nomeação do outro cunhado no banco de fomento regional.

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:
Close Bitnami banner
Bitnami