Gladson Cameli nomeia empresário do ramo de material hospitalar de Goiás para assessorar secretária de Saúde

Desde o início do mês, a secretária de Estado de Saúde, Mônica Kanaan, conta com a presença constante de um novo assessor importado ao seu lado.

Dentre as atribuições do assessor está a de revisar todos os contratos de prestação de serviços assinados pelo governo do Estado.

Por meio do decreto nº 4.126, de 19 de setembro, o governador Gladson Cameli nomeou o senhor Frederico Aurélio Bispo para exercer cargo em comissão, CEC-7, na Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre).

Mas quem é e de onde veio esse Bispo?

Frederico Aurélio Bispo tem uma vasta folha corrida de envolvimento em casos nada republicanos.

Em 2012, Bispo aparece na CPI Mista que investigou o contraventor goiano Carlinhos Cachoeira. Teve os seus sigilos bancário, fiscal e telefônico quebrados porque era acusado de exercer tráfico de influência junto às autoridades de Goiás.

Frederico Bispo foi assessor do então senador Marconi Perillo (PSDB-GO), mas perdeu o emprego por sobra de cara-de-pau.

Em abril de 2009, ganhou as páginas da imprensa nacional porque saiu de Brasília e foi a Maceiَó fazer um pedido inusitado.

Bispo fretou um jato particular e foi à Superintendência da Polícia Federal em Alagoas pedir porte de arma para o cidadão chamado Walmer Almeida da Silva, dono de uma revenda de veículos na capital alagoana.

Mas é no ramo empresarial que Bispo interessa aqui no Acre.

Ele aparece como diretor-executivo da empresa Síntese Comercial Hospitalar Ltda, com contratos em vários estados brasileiros, dentre eles Maranhão, Roraima e Amapá.

Na maioria dos estados, Bispo aparece brigando com as administrações, inclusive suspendendo o fornecimento dos materiais.

O novo importado por Gladson Cameli e Mônica Kanaan também tentou se eleger deputado estadual em Goiás, nas eleições de 2018.

Obteve uma votação pífia, tirando pouco mais de mil votos. E ainda teve problemas com os cabos eleitorais, a quem emitiu cheques sem fundo.

Sobre a emissão dos cheques sem o devido fundo, Bispo confirmou, dizendo que houve um descontrole nas suas contas e que, por isso, as pessoas que trabalharam com ele ficaram sem receber.

Esse é o Bispo que está ajudando a dar as cartas na Saْúde estadual. Pela ficha corrida, dificilmente seria atendido pelo papa. Já por Cameli…

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:
Close Bitnami banner
Bitnami