Gladson Cameli deixa a batata quente da Saúde nas mãos do vice e vai aprender a apagar fogo na Alemanha

Por Leonildo Rosas

Setores da imprensa informaram que, a fim de tentar impedir a greve dos trabalhadores em Saúde, marcada para terça-feira, o governador Gladson Cameli marcou uma reunião com os sindicalistas na segunda-feira.

A reunião seria às 15 horas, na Casa Civil.

Se realmente essa reunião com o governador foi marcada, tem alguém sendo ludibriado.

No dia e na hora marcados, Cameli estará longe do Acre e do Brasil.

Estará na Europa, onde a temperatura é bem mais amena e a cerveja de ótima qualidade.

O governador e pelo menos cinco assessores, com diárias superiores a R$ 15 mil, irão à cidade de Ulm, na Alemanha, conhecer o Centro de Excelência de Combate de Incêndio.

Na verdade, incentivado pelo comandante do Corpo de Bombeiros, Carlos Batista, o rapaz irá negociar a aquisição de um caminhão com escada Magirus.

Esse é um sonho antigo dos bombeiros acreanos. Um veículo desses custa em torno de R$ 6 milhões.

É o tipo de viagem desnecessária e onerosa, pois a empresa conta com representação no Brasil.

Qualquer tratativa com os sindicalistas da Saúde, portanto, será com o vice-governador, Wherles Rocha.

Nem o chefe da Casa Civil, Ribamar Trindade, estará presente, haja vista que também estará usufruindo os ares europeus.

Ano passado, o presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Saúde, Adailton Cruz, disse que o então deputado federal Wherles Rocha era parceiro da categoria.

Agora como vice-governador, o tucano terá a oportunidade de mostrar até onde vai a parceria.

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:
Close Bitnami banner
Bitnami