FPE deste mês foi 15,43% maior do que março 2018; incremento foi superior a R$ 36 milhões


O ditado de que se está chorando de barriga cheia cai como uma picanha bem assada na situação do governo. Como uma luva.

Há muito tempo Cameli se submeteu a cirurgia de redução de estômago, mas sempre há espaço para comer ou beber um pouco mais.

De janeiro a março deste ano, já entrou no cofrinho de Cameli quase R$ 1 bilhão, somente do Fundo de Participação dos Estados (FPE). A última parcela do mês março foi de R$ 101.123,070,70. A soma dos três depósitos deste mês foi de R$ 269.797.393,93. O FPE de março deste ano foi superior a 15,43% do mesmo mês de 2018, que teve o valor de R$ 233.723.996,94.


Os números vão combatendo o discurso de Cameli de que o Estado está quebrado, de que herdou um rombo. O seu principal problema será o da Previdência Estadual, que teve a situação agravada porque, no fim da década de 1990, o governo da época fez a opção de extinguir o Fundo Previdenciário.


O discurso era de que o dinheiro seria para a construção de casas populares, que nunca foram construídas.

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:
Close Bitnami banner
Bitnami