Foi aberta a caça dentro do governo para saber quem alimenta Wherles Rocha de informações sobre atos ilegais

Como será que Wherles Rocha sabe tantas informações nas várias secretarias do governo?

Como é possível um simples vice-governador ter tantos conhecimentos do “lamaçal de corrupção”, como ele disse, que fez morada na administração Gladson Camell?

É o que é pior: Rocha adiantou que virá muito mais, pois, segundo ele, as denúncias não param de chegar.

Realmente, esse é um governo de mudança.

Mudou completamente. Nunca na história do Acre uma briga foi tão raivosa.

É certo que, no início da década de 1990, o governador Edmundo Pinto e o seu vice Romildo Magalhães não se bicavam.

Só que agora é demais.

Acuado com as denúncias feitas e com as que virão, o governador Gladson Cameli teria “determinado” que fosse descoberto quem está alimentando o vice-governador de informações.

As suspeitas são generalizadas.

E nem precisa colocar tanta gente em suspeição. E nem acionar o conhecido “Guardião”.

Basta verificar com quem Rocha tem as melhores e maiores relações.

Há briga nos bastidores envolvendo, inclusive, empreiteiro primo do governador, que já veio a público desafiar o vice-governador para briga de rua.

Esse embate entre Gladson e Rocha ainda irá render vários rounds.

O vice-governador tem pessoas infiltradas em várias partes do governo, inclusive na Segurança Pública.

A tendência, natural, é novos casos de malversação do dinheiro público sejam denunciados.

Dificilmente Gladson descobrirá a fonte que abastece Rocha, embora já tenha suspeitas.

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:
Close Bitnami banner
Bitnami