Fisco acreano pode ser usado como instrumento de pressão política

Não há paz na Secretaria da Fazenda ( Sefaz).

O território é de guerra.

O clima esquentou após o Portal do Rosas trazer a público o real motivo de a secretária Semirames Dias promover o remanejamento dos servidores lotados nos postos de fiscalização.

Os servidores, segundo o auditor fiscal Luiz Calixto, irão à secretária ouvir a versão dela.

Mas há mais confusão.

O Portal do Rosas recebeu outra denúncia: o Fisco pode ser utilizado como instrumento de perseguição política.

Segundo a fonte, não faz muito tempo, houve a determinação para ser realizada uma devassa numa grande empresa do Estado.

Essa empresa, segundo a fonte, atua no ramo de distribuição de medicamentos, concessionária de veículos, entre outros.

Não disse o nome da empresa, mas as evidências são claras.

A determinação não teria sido levada à frente porque os auditores disseram que o Fisco não era para isso e que não fariam.

“Mas, se mudar as chefias ou os auditores, empresas podem correr sérios riscos”, alerta.

Essa é uma denúncia grave, que merece ser apurada com rigor.

E posicionamento das entidades empresariais.

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:
Close Bitnami banner
Bitnami