“Eu posso até aceitar ser líder, mas quero uma estrutura para os deputados”, disse Neném Almeida

Cotado para ser líder do governo na Assembleia Legislativa (Aleac), o deputado Neném Almeida não aliviou no bate-papo com o jornalista Astério Moreira, no Salão Azul daquele poder.

A conversa foi ouvida por uma fonte da coluna, que enviou parte do diálogo.

“Eu não vou bater em porta que não abre. A base aqui está só patinando”, disse o deputado.

Sobre a liderança, Almeida declarou: “Eu posso até aceitar ser líder, mas quero uma estrutura para os deputados, não para mim”.

Neném Almeida negou ter recebido o convite para assumir a liderança: “Não fui convidado, mas aceito se minhas condições forem aceitas”.

Almeida criticou o entorno do governador Gladson Cameli.  “A pior coisa para um gestor é está cheio de puxa-saco por perto. O governador ou é muito esperto ou não tem maldade no coração”. 

Na avaliação do deputado, sozinho ninguém ganha nada. Ele disse que se Cameli fosse disputar um o mandato no cenário atual, teria grandes possibilidades de fracassar.

“Se ele saísse candidato hoje, não ganhava mais. O desgaste é muito grande. Eu ando esses bairros todos. Esse pessoal que estava indignado com PT está indignado com ele agora”, afirmou.

Sobre o Conselho Político criado por Cameli, Almeida não perdoou. Ele montou um conselho para falar o que ele quer escutar”.

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:
Close Bitnami banner
Bitnami