“Eu é que não queria mais o Ulisses”, diz governador sobre ex-comandante da PM

Na entrevista que concedeu ao jornalista Luis Carlo Moreira Jorge, o governado Gladson Cameli deixou transparecer que continua confiando no poder da caneta para atrair aliados.

Voltou a reafirmar apoio à reeleição da prefeita Socorro Neri e se lançou candidato à reeleição.

Cameli diz que não é “besta, mas certamente desconhece que os seus supostos aliados também são campeões em esperteza.

Na entrevista, o governador deixou claro que a saída do agora coronel da reserva Ulisses Araújo do comando da Policia Militar não foi tão pacifica como os envolvidos fizeram parecer.

Sobre esse assunto, Cameli declarou: “Quero aproveitar para deixar claro que eu é que não queria mais o Coronel Ulysses no comando da PM. Depois da crítica que fez à forma como conduzo o combate à pandemia, chamei o secretário de Segurança, Paulo Cézar, e avisei a ele para comunicar ao Ulysses para pedir para sair”.

Para o lugar de Araújo foi nomeado o também coronel da reserva Paulo César Gomes.

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:
Close Bitnami banner
Bitnami