“Esse material emite gases que alimentam o fogo”, destaca Major Falcão sobre incêndio em aterro

O corpo de bombeiros do Acre ( CBMAC) tenta extinguir, há mais de 72h, um incêndio que atinge o aterro de resíduos sólidos na estrada Transacreana, em Rio Branco.

O major do corpo de bombeiros, Cláudio Falcão disse que a situação está sob controle. “Controlado, porém não extinto. Nós estamos lá desde o início do incêndio, na sexta-feira, e estaremos lá permanentemente controlando” disse Falcão.

A profundidade do aterro é um dos fatores que acabam dificultando para que ocorra a extinção do fogo. “O grande problema não é extensão, na horizontal, e sim na profundidade. Nosso equipamentos não alcançam onde está a origem são toneladas de material em decomposição“

De acordo com Falcão, é um trabalho demorado, que requer tempo e muito equipamento. “Esse material emite gases que alimentam o fogo. Independente desse material ser orgânico ou não ele vai entrando em decomposição e esse processo gera o desprendimento de gases. Isso dificulta muito o trabalho dos bombeiros” .

As características do incêndio são as mesmas do ano passado. Quando o aterro foi atingido por um incêndio em julho que durou mais de 50 dias.

A ação dos bombeiros é feita com ajuda de caminhões-pipas usados no controle das chamas.

O aterro sanitário como fator de risco para doenças respiratórias em crianças

As crianças são as maiores vítimas dos ambientes insalubres. Um fator importante na caracterização de um ambiente insalubre é a poluição, dentro e fora de casa. 

Os resíduos produzidos pelo homem são fonte de contaminação ambiental e parte deles é levada para os aterros sanitários, principalmente nas áreas urbanas. 

O aterro sanitário é considerado um reator dinâmico, pois, por meio de reações químicas e biológicas, produz a emissão de: gases, líquidos e resíduos mineralizados.

A poluição é composta por inúmeros componentes, entre os quais estão ácidos, compostos orgânicos, metais e partículas de poeira e fuligem. 

Essas partículas são pequenas e podem alcançar os pulmões e ficar em suspensão no ar por muitos dias e, assim, espalharem-se com o vento por grandes áreas.

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:
Close Bitnami banner
Bitnami