Em vídeo confuso, Gladson Cameli diz que encomendou vacina Sputnik V, sem explicar como será o processo

Protegido pela imprensa por alguns milhares de motivos mensais, Gladson Cameli consegue vender como verdade o que está longe de ser.

A “verdade” mais recente é o anúncio de que o governo do Acre conseguiu fechar a compra de 700 mil doses da vacina Sputnik V, junto ao Fundo Soberano Russo.

A história começa a tomar ares de lorota na origem, quando foi anunciado que o Acre pegou carona e foi incorporado ao Consórcio Nordeste.

Esse, além de um equívoco geográfico, tem impeditivo legal. O consórcio, como o nome diz, é formado pelos estados do Nordeste,

O Acre faz parte do Fórum de Governadores da Amazônia Legal.

O próprio Gladson Cameli, em vídeo confuso publicado nas redes sociais, deixa escapar que não há nada formalizado.

Disse que encomendou 700 mil doses, sem dizer mais detalhes.

Não detalhou porque não sabe sobre o que fala.

Veja o vídeo:

Não existe essa história de simplesmente dizer encomendou e pronto.

O buraco é mais embaixo.

De fato, na quarta-feira, o governador do Piauí e presidente do Consórcio Nordeste, Wellington Dias, celebrou o contrato com o Ministério da Saúde e o Fundo Soberano Russo para a aquisição de doses da vacina Sputnik.

As negociações para a compra de 37 milhões de doses da vacina foram concluídas na última segunda-feira e o primeiro lote deve chegar em abril.

“Além do contrato geral para a compra dessas doses da vacina, agora, cada estado do nordeste também celebrou contrato individualmente. Estamos com as equipes do Consórcio Nordeste e do Ministério da Saúde trabalhando um termo pela decisão de colocar essas doses a disposição na regra do Plano Nacional de Imunização. Vacina para o Nordeste, mas também para todo o Brasil”, disse Wellington Dias.

Segundo o governador, a Sputinik possui 94% de eficácia, o que está sendo confirmado diariamente pelos 51 países que estão aplicando o imunizante. “É uma comprovação na prática do sucesso da vacina russa”, afirmou Dias.

“Além da compra de 37 milhões de vacinas Sputnik, vamos celebrar um contrato com o Ministério da Saúde, assegurando as condições de transporte e pagamento para garantir que essa vacina sirva para todo o Brasil e ainda assegura o recebimento e armazenagem, além de certificação junto à Anvisa, para distribuir para o país. Em abril, recebemos o primeiro lote e até julho teremos as 37 milhões de doses para salvar vidas no Brasil”, acrescentou.

Essa é a verdade.

Quem quiser mais informações sobre o Consórcio Nordeste, basta acessar aqui.

A Anvisa ainda não liberou a distribuição da Sputnik no Brasil.

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:
Close Bitnami banner
Bitnami