Ele não se desculpou – Cameli ficou mudo sobre ataques a médicos

Cameli deu o calado como resposta ao pedido de desculpas que faria hoje aos médicos acreanos.

A sua assessoria telefonou a um dirigente do Conselho Regional de Medicina (CRM) afirmando que ele se desculparia dos ataques que fez à categoria.

Semana passada, no programa político que estreou no Sistema Público de Comunicação, o rapaz fez duros ataques aos médicos.

Questionou a quantidade de contratos dos profissionais e, cheio de prepotência, ameaçou contratar médicos formados na Bolívia.

Instigado, o Sindicato do Médicos reagiu.

Em nota dura, a entidade afirmou que tem pessoas morrendo por falta de remédios e equipamentos. Também afirmou que Cameli é despreparado para ser gestor.

Diante da pressão, como sempre fazem os que não têm coragem, o rapaz murchou a voz.

Em tom ameno, enviou mensagem ao presidente do sindicato, Murilo Batista, dizendo que o dito não foi o entendido.

O Conselho Regional de Medicina também reagiu por nota, pedindo a retratação do governador.

A assessoria do Cameli não iria telefonar sem o seu aval.

A situação é tensa. E pode tensionar ainda mais.

Não custava ter pedido desculpas.

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:
Close Bitnami banner
Bitnami