Edvaldo sai em defesa do cadastro de reserva da Polícia Civil e diz que Gladson tem que resolver

Assessoria

O deputado Edvaldo Magalhães (PCdoB), líder da oposição na Assembleia, saiu em defesa dos aprovados no cadastro de reserva da Polícia Civil, que lotaram a Galeria Marina Silva na manhã de hoje (17). O parlamentar disse que o governador Gladson Cameli (PP) precisa resolver o problema, convocando o quantitativo relativo ao número de vagas existentes em vacância. Para ele, 17 candidatos convocados não contemplam a categoria.

“Quando você publica convocando pelo menos 1, a potoca cai por terra. Agora, deixar o restante sem convocar é malvadeza, perversidade. São vagas de reposição, vagas que algum momento foram ocupadas”, disse Edvaldo.

Ainda de acordo com o parlamentar, o governador Gladson Cameli é o responsável por encontrar uma solução plausível, isso porque foi ele que prometeu em campanha.

“Não estamos falando de vagas previstas. Estamos falando de vagas que foram ocupadas, falando de um cadastro de reserva legal. A manobra ficou tão malfeita, tão zambeta. Como é que o estado vai fazer curso de formação para 17 pessoas? É o mesmo custo. Ele não mentiu só três vezes: ele mentiu na pré-campanha, na campanha, na posse, na escadarias do Palácio, mente todo dia. Governador, largue essa mania de potoqueiro”, disparou.

E reforçou: “chame seu staff e encomende uma solução. O problema foi criado pelo governador Gladson Cameli e tem que ser resolvido pelo governador Gladson Cameli”.

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:
Close Bitnami banner
Bitnami