Edvaldo Magalhães propõe título de Persona non Grata a coronel da Saúde que chamou servidores de vagabundos

É tradição da Assembleia Legislativa brindar pessoas com serviços prestados ao Acre com o título de “Cidadão Acreano”.

O deputado Edvaldo Magalhães, porém, resolveu inovar.

Magalhães apresentou projeto de resolução concedendo título de Persona non Grata ao coronel Jorge Fernando Resende, secretário adjunto de Saúde.

Segundo o deputado, Resende chamou os servidores da Saúde de vagabundos.

“Não podemos aceitar que uma pessoa de fora venha para o Acre trabalhar e ser bem remunerada e ainda se achar no direito de desrespeitar, ofender e agredir os acreanos”, justificou o parlamentar.

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:
Close Bitnami banner
Bitnami