Edvaldo diz que governo precisa licitar, em vez de abrir registro de preços para obras no Acre

Assessoria

Em discurso na manhã desta quarta-feira, 25, na Assembleia Legislativa do Acre, o deputado Edvaldo Magalhães (PCdoB) disse que registro de preços para obras não prioriza a economia local, isso porque exclui com isso a licitação. O parlamentar fez críticas à abertura de registro de preço na ordem de R$ 120 milhões em obras a serem executadas pelo governo do Acre nos municípios acreanos.

“Registro de preço para obra é exclusão de licitação. Sabe o que ele vai fazer: virar marreteiro de contrato. Quem quer licitar obras para as empresas acreanas, abre uma licitação para cada contrato. Para quem olha para a economia local, não faz registro de preço para obra. Isso não é priorizar a economia local. Ainda há tempo de cancelar essa pouca vergonha que é registro de preço para obras”, disse o parlamentar.

Edvaldo Magalhães deixou claro que é importante abrir processo licitatório para assim garantir a participação das empresas que investem diretamente no Acre. Para o deputado, a iniciativa do governo do Estado só beneficia os “marreteiros de obras”.

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:
Close Bitnami banner
Bitnami