Edvaldo diz que deputados podem fazer um gesto com os mais pobres ao derrubar veto sobre PL que proíbe o corte da energia

Assessoria

O deputado estadual Edvaldo Magalhães (PCdoB) saiu em defesa da derrubada do veto sobre o projeto de lei de autoria dele que proíbe a Energisa e o Depasa a realizarem o corte no fornecimento residencial por falta de pagamento, enquanto durar a pandemia.

O parlamentar disse que os deputados têm amanhã (1º) a decisão de ficar ao lado dos mais pobres ou sacrificá-los com mais esse golpe, imposto pelo veto do governo a um projeto de alcance social.

“O nosso povo está vivendo um momento muito difícil. A inflação da cesta básica superou 50% em um ano. Esta Casa decidiu por uma atitude solidária com os mais pobres. O apelo que eu faço é que nós mantenhamos esse gesto com os mais pobres, com àqueles que sequer tem dinheiro pra comer. Podemos amanhã derrubar o veto e garantir uma sobrevida pelos mais pobres, mas também, podemos manter o veto e dar uma facada nas costas dos mais pobres, que veem nesta Casa a possibilidade de ter uma atitude solidária com eles. Faço esse apelo para que façamos uma reflexão. O Poder Legislativo tem hora que precisa da sua independência e da sua harmonia e ter a coragem de decidir, decidir em defesa dos mais pobres”, disse o parlamentar.

A matéria está em tramitação na Comissão dos Vetos e tem como relator o deputado Roberto Duarte (MDB), que adiantou que o parecer será pela derrubada do veto.

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:
Close Bitnami banner
Bitnami