Educação de Cruzeiro do Sul mostra como Marcio Bittar deve ser tratado por  chamar professores de privilegiados

Educação de Cruzeiro do Sul mostra como Marcio Bittar deve ser tratado por chamar professores de privilegiados

Sabe qual a verdadeira face do covarde?

A resposta é: a nuca.

A frase foi retirada da esclarecedora série House of Card, mas pode ser aplicada a muitos políticos acreanos, que sempre mostram a nuca como face quando estão em apuro.

A nuca ou face de um covarde foi mostrada na noite de quinta-feira, em Cruzeiro do Sul.

Os trabalhadores em Educação da segunda maior cidade do Estado mostraram como devem ser tratado quem agride a milhares de profissionais que dedicam as suas vidas nas formação de crianças, jovens e adultos.

Quem recebeu a lição foi o cidadão que atende pelo nome de Marcio Miguel Bittar.

Eleito senador pelo Acre, Bittar é o representante mais atuante do bolsonarismo no Estado.

Trata-se de o principal aliado do governador Gladson Cameli, que pretende concorrer à reeleição nas eleições do próximo ano.

Gladson nasceu em Cruzeiro do Sul e, é bom que se diga, votou, quando senador, pelo congelamentos dos investimentos em Saúde e Educação por longos 20 anos.

Mas, voltando ao assunto, Bittar, que goza de todas as benesses auferidas a um senador da República, resolveu tachar os trabalhadores em Educação de privilegiados.

Isso mesmo, privilegiados.

Embora tenha agredido a milhares de trabalhadores, o parlamentar, que mandou mais de R$ 50 milhões para municípios de Goiás e Ceará, não foi rebatido na dose certa pelos dirigentes do Sinteac. Há uma explicação para isso: a presidente da entidade, Rosana Nascimento, pediu voto para Bittar.

A reação, porém, veio de Cruzeiro do Sul, onde Bittar tinha uma reunião na Câmara de Vereadores, mas fugiu por temer a manifestação dos servidores da Educação.

O exemplo foi dado na ponta do Brasil, onde o vento faz a curva.

Bittar mostrou a face do covarde.

Veja o video:

Leonildo Rosas

Related Posts

Frank Lima perdeu a condição de permanecer como secretário de Saúde de Rio Branco

Frank Lima perdeu a condição de permanecer como secretário de Saúde de Rio Branco

Sem os bilhões prometidos, construção civil do Acre se contenta com as pequenas obras

Sem os bilhões prometidos, construção civil do Acre se contenta com as pequenas obras

É dever até dos aliados não levar a candidatura de Márcia Bittar ao Senado a sério

É dever até dos aliados não levar a candidatura de Márcia Bittar ao Senado a sério

Construção do Centro Administrativo sobe o telhado; a determinação é investir em pequenas obras

Construção do Centro Administrativo sobe o telhado; a determinação é investir em pequenas obras

No Comment

Deixe uma resposta