Deputados aprovam projeto que institui a Comenda de Cultura Sérgio Taboada

Assessoria

Os deputados estaduais aprovaram o projeto de lei de autoria do deputado Edvaldo Magalhães (PCdoB) que institui a Comenda de Cultura Sérgio Taboada. Os parlamentares foram unânimes pela aprovação da matéria. A votação aconteceu no começo da tarde desta terça-feira (9). O relator da proposta foi o deputado Daniel Zen (PT).

Edvaldo Magalhães lembrou a trajetória de Sérgio Taboada, que começou a vida política no Sindicato dos Bancários. O parlamentar disse, ainda, que Taboada foi um parlamentar que sempre deu grandes contribuições não só na Cultura, mas na defesa da democracia.

“Essa tribuna já foi testemunha de inúmeros embates, de dezenas de falas, de grandes pronunciamentos, de grande repercussão no Acre inteiro, feitos pelos deputado Sergio Taboada. Ele ganhou uma projeção estadual e foi eleito deputado estadual na mesma eleição e na mesma chapa que foram eleitos Nilson Mourão e Marina Silva, a chapa que elegeu os três primeiros deputados de esquerda do estado do Acre. Ele foi autor da primeira lei de incentivo à Cultura, de toda a região Norte. Protagonizou grandes debates e grandes embates”, disse Edvaldo Magalhães.

De acordo com a proposta, a Comenda de Cultura Sérgio Taboada será conferida anualmente a 5 fazedores de cultura, cantores, artistas, personalidades, grupos organizações pela presidência da Assembleia Legislativa do Acre e pela Comissão de Educação, Cultura e Desporto (CECD).

Ainda pontua que a definição dos agraciados será deliberada por comissão julgadora constituída de parlamentares, membros da Comissão de Educação, Cultura e Desporto (CECD).

Sérgio Taboada foi deputado, pelo PCdoB, em mandatos consecutivos entre 1991 a 1999. O ex-parlamentar faleceu em março deste ano, vítima de um infarto, em São Paulo.

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:
Close Bitnami banner
Bitnami