Dados do Inpe mostram que queimadas na Amazônia superam média histórica

Dados do Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais) mostram que a Amazônia teve 26.345 focos de incêndio de 1º a 25 de agosto. Esse número já é maior que a média histórica para o mês –medida desde 1998– mesmo com 6 dias a menos.

De 1998 a 2018, a média de focos por mês foi de 25.853. O recorde para agosto, contudo, é de 63.764 incêndios, em 2005. O número de focos para o período em 2019 ainda é menor que outros 6 anos: 2002, 2003, 2004, 2007, 2010.

Por outro lado, os mais de 26 mil focos até 25 de agosto são o maior número em 9 anos. O que liga o alerta para a escalada na década. Lembrando que ainda há 6 dias para encerrar o mês.

Desde 2011, a média mensal de incêndios era de pouco mais de 16.000 focos. O menor número foi registrado em 2011, com 8.002 queimadas.

360

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:
Close Bitnami banner
Bitnami