Contratação de empresas para fazer projetos pode ser o novo escândalo parido no governo Gladson Cameli

Encontrar uma obra iniciada e licitada pelo governo Gladson Cameli é tão difícil quanto encontrar uma agulha no meio do palheiro.

Outrora fomentador da geração de empregos e fortalecimento da economia, por meio de obras públicas, o governo do Estado parece ter se divorciado da construção civil acreana.

As poucas obras existentes foram dadas, sem dispensa de licitação para empresas de outros estados, principalmente do Amazonas, ou de parentes do governador.

Mas, numa rápida olhada no Portal da Transparência, é fácil constatar que as obras não estão ocorrendo por falta de dinheiro e muito menos por ausência de projetos.

Desde 2019, a administração Cameli já contratou e gastou milhões de reais na contratação de empresas especializadas em projetos. O assunto foi abordado diversas vezes aqui no Portal.

O derrame de dinheiro é tanto, que empresário outrora falido aparece posando em avião adquirido pela empresa. Há denúncias de uma dessas contratadas acomoda amantes de autoridades e servem para pagar despesas que não aparecem oficialmente.

Dentre as empresas merece destaque a PAS – Projeto, Assessoria e Sistema, que já recebeu milhões de reais e tem contratos com vários órgãos da administração estadual, sem nunca ter participado de uma licitação. Essa empresa tem sede em Ji-Paraná (R0), mas é especializada em trazer atas de Minas Gerais.

Além da PAS, há outras empresas conhecidas, como a Vetor, que segundo fonte, é acreana e costuma executar os serviços para o qual é contratada.

Ainda sem licitação, o governo contratou a empresa Seta – Serviços Técnicos de Agrimensura, por quase R$ 8 milhões. Ela é sediada em Imperatriz, no Maranhão.

No mesmo modus operandi das demais, o governo foi buscar no interior de Goiás, na cidade de Bonfinopólis, a RCN Obras e Sondagens e gastou R$ 1,3 milhão.

O excesso de projetos chamou a atenção de oposicionistas do governo, que devem apresentar mais denúncias, com vasta documentação, nos próximos dias.

Os supostos casos de corrupção no governo veem sendo denunciados frequentemente pelo vice-governador Wherles Rocha (PSL), que disse estar o governo mergulhado num lamaçal de corrupção.

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:
Close Bitnami banner
Bitnami