Conexão Pará: Prefeitura de Bocalom autoriza dispensa de licitação de R$ 7,3 milhões com empresa paraense

O governo Gladson Cameli (PP) está especializado em trazer empresas do Amazonas para ganhar dinheiro público no Acre.

Nos últimos dois anos, várias são as empresas amazonenses que foram contratadas pelo governo do Acre, sendo a maioria por meio de dispensa de licitação ou de caronas.

Essa prática de desprestigiar os empresários locais para beneficiar os de outros estados parece que se estendeu para a prefeitura de Rio Branco, administrada por Tião Bocalom (PP).

A administração Bocalom, porém, foi buscar fazer negócio com empresa estabelecida noutro gigante do Norte: o Pará.

No instante em que a Câmara de Vereadores se debate sobre uma dispensa de licitação de R$ 400 mil, para alugueis de galpões, a boiada maior vai passando em outro setor.

O Diário Oficial trouxe uma dispensa de licitação no valor de R$ 7,3 milhões, assinada pelo secretário municipal de Meio Ambiente, Normando Sales. É quase 10 vezes a mais do que os debatidos R$ 400 mil.

Sales, é bom que se diga, é aliado e conselheiro histórico de Bocalom.

Embora haja várias empresas especializadas no Acre, Normando Sales foi buscar a contratada em Parauapebas, no Pará.

Trata-se da empresa Claer Serviços Gerais Eirelli, cujo capital social é de apenas R$ 3,5 milhões,

A imprensa local divulgou áudio de Tião Bocalom alertando sobre as contratações no âmbito da administração municipal. Falou sobre a necessidade de cuidar dos CPFs.

Pelo o que se percebe, não será fácil manter a ficha limpa.

Se você quiser manter esse Portal atuante e afiado, colabore com a sua sobrevivência. A chave Pix é: leonildorosas@gmail.com.

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:
Close Bitnami banner
Bitnami