Compra de sacolões pelo governo será investigada, até o governador admitiu o superfaturamento

Pedido de investigação partiu do vice-governador, que já denunciou superfaturamento na compra de computadores

Gladson Cameli (PP) arranjou um opositor de peso dentro do próprio governo.

Trata-se do vice-governador Wherles Rocha (PSDB).

Este Portal trouxe a público fatos que supostamente indicava o superfaturamento na compra de cestas básicas aos alunos da rede pública do Estado.

Veja aqui.

As aquisições trazem indícios claro de que o governo pagou muito mais do que os produtos valiam.

Uma cesta básica, que pode ser adquirida no comércio local por R$ 60, foi comprada pelo governo a quase R$ 100, tanto em Rio Branco quanto em Cruzeiro do Sul.

Tudo foi feito por meio de dispensa emergencial, amparado em decreto de calamidade assinado por Gladson Cameli.

Os órgãos de controle demonstraram ignorar a denúncia.

Semana passada, o PT ingressou com representação no Ministério Público Estadual, pedindo investigação. Veja aqui.

Mas o vice-governador, que esta à turras com o governador, não fechou os olhos.

Rocha enviou oficio ao secretário de Estado de Educação e Esporte, Mauro Sérgio Ferreira, solicitando todos os procedimentos para as compras dos sacolões.

O vice-governador também determinou que o diretor-geral de Polícia Civil, Henrique Maciel, abra uma investigação.

Há cerca de um mês, o vice-governador denunciou a superfaturamento de R$ 3 milhões na compra de computadores. Não houve investigação.

A uma emissora de televisão, Cameli limitou-se a dizer que fez a troca de gestores na SEE e que irá mudar a forma de o benefício chegar aos estudantes. 

É muito pouco. 

O correto seria, e é, chamar os órgãos de controle para apurar a todas as denúncias. 

No sua conta no Instagram, o deputado Roberto Duarte chama a autoria da denúncia para ele. Veja: 

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:
Close Bitnami banner
Bitnami