Cameli sofre lapada na Aleac – Base aliada ajuda a derrotar o governo na indicação para a Ageac; a indicada é nora de Bestene

Cameli amargou uma derrota na Aleac hoje.

Com o apoio de deputados da base governista, foi reprovada, por ampla maioria a mensagem governamental para referendar o nome de Mayara Cristine Bandeira de Lima, para a presidência da Agência Reguladora de Serviços Públicos do Acre (Ageac).

A indicada contou apenas com o voto do deputado José Bestene, que apadrinhou a sua nomeação.

O voto de Bestene se prende a questões familiares. A moça é casada com o seu filho.

O veto à indicação significa bem mais do que as aparências revelam.

Há uma disputa interna por espaço e a insatisfação é grande, em razão de alguns estarem sendo favorecidos em detrimento da maioria.

Nos bastidores, os comentários fervilham. As críticas ao governador e ao seu líder na Aleac, Gehlen Diniz, são as mais diversas.

Um dos líderes da oposição, Daniel Zen, explicou que votou contra a indicação porque o governo está sendo desrespeitoso com o Legislativo, no tocante às prerrogativas.

“Ela , assim como o senhor Alércio Dias, no Acreprevidência, já está respondendo e assinando atos nos órgãos, mesmo antes do referendo da Aleac, conforme prevê a lei. Isso não pode contar com o nosso aval”, salientou.

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:
Close Bitnami banner
Bitnami