Cameli confirma exoneração de Oscar Guedes da CGE; Lúcio Brasil também dará adeus à Fundhacre

Por Leonildo Rosas

Resta saber se Gladson Cameli cumprirá a palavra. Afinal, ele não costuma cumprir em pé o que fala sentado.

Bom saber, também, em quais condições fez a declaração. Ele estava animado demais na Expoacre.

Mas Cameli confirmou ao site AC24horas o que o Portal do Rosas deu em primeira mão na semana passada: o advogado Oscar Abrantes Guedes será exonerado da Controladoria-Geral do Estado.

A exoneração de Abrantes Guedes seria porque ele estaria adotando um estilo “apavonado”, deixando a vaidade falar mais alto.

Há muita reclamação contra ele, principalmente de deputados da base aliada.

A outra demissão também havia sido anunciada há bom tempo.

Está no processo de “desbestenizacão” da Saúde.

O governador anunciou que Lúcio Brasil dará adeus ao cargo de diretor-geral da Fundhacre.

Brasil tem laços fortes com o deputado estadual José Bestene e, segundo Cameli, não está dando conta do recado.

Para o seu lugar, a secretária Mônica Kanaan não surpreenderá se puser um militar para comandar a unidade. Tanto ela quanto o seu chefe apostam na militarização da Saúde.

Patética é a situação de Thiago Caetano, secretário de Infraestrutura Estrutura.

Caetano assumiu o governo sonhando em ser candidato a prefeito de Rio Branco. Em sete meses é humilhado quando Cameli diz que o mesmo está “sob vigilância”.

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:
Close Bitnami banner
Bitnami