Bolsonaro afirma que governadores são coniventes com desmatamento na Amazônia; Gladson Cameli deu licença para cometer crime

Por Tácio Júnior

Com informações de O Globo_

O governador Gladson Cameli, defensor ferrenho de Jair Bolsonaro e seu governo, não esperava ser metido em uma saia justa após declarações do presidente acusando governadores do Norte de terem culpa no aumento das queimadas e do desmatamento na Amazônia.

Nesta quarta-feira (21), o presidente Jair Bolsonaro declarou em Brasília que governadores da região Norte são coniventes com o aumento do desmatamento e de queimadas na Amazônia. Segundo Bolsonaro, alguns governadores não estão movendo uma palha para resolver a situação e que estão gostando disso. “Tem governador, não quero citar nome, que está conivente com o que está acontecendo e bota a culpa no governo federal”, afirmou Bolsonaro, na saída do Palácio da Alvorada.

Recentemente, em Sena Madureira, Cameli instruiu que quem fosse multado pelo Instituto do Meio Ambiente do Acre (Imac) não pagasse a multa. “Se o Imac estiver multando alguém, me avisa. Me avisem e não paguem nenhuma multa, porque quem está mandando agora sou eu”, disse Gladson, que, com tal ordem, acabou por passar a mensagem de que o desmate e queima estaria liberado pelo Estado.

Para Bolsonaro, alguns governadores não fizeram nada, até aqui, porque não quiseram. “Pergunte a cada governador, pergunte para a assessoria de imprensa deles o que está acontecendo, o que os governos estaduais já fizeram. Tem governo estadual que não fez nada, e pode fazer”.

Desde a campanha eleitoral em 2018, Gladson Cameli não demonstra nenhuma preocupação com políticas ambientais. Uma de suas principais bandeiras políticas é a do agronegócio, com a monocultura de soja como carro-chefe. Não à toa nomeou como secretário do Meio Ambiente do Acre o pecuarista e piscicultor Israel Milani.

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:
Close Bitnami banner
Bitnami