Bocalom foi convidado para comandar a produção de Cameli

Cresce dentro do governo a possibilidade de o eterno candidato a alguma coisa Tião Bocalom ser convidado para assumir a Secretaria de Produção e Agronegócios (Sepa).

Filiado no momento ao PSL, Bocalom conseguiu mais de 20 mil votos quando disputou uma vaga de deputado federal, mas não obteve sucesso.

Ele foi convidado para assumir o cargo.

A troca de secretário ocorreria porque o atual gestor da pasta, Paulo Wadt, conseguiu quase 100% no quesito de desagradar aos produtores rurais acreanos.

Wadt foi criticado publicamente pelo presidente da Federação da Agricultura, Assuero Veronez, e o pecuarista Jorge Moura.

Embora tenha sido importado pelos irmãos Rocha, Wadt está praticamente sem apoio e deve cair.

Um dos problemas de Bocalom é que ele já teve entraves públicos com o major vice.

O major, inclusive, vetou o seu nome, ao ser consultado por Cameli.

Outro nome cogitado é o de Luziel Carvalho, superintendente do Ministério da Agricultura no Acre.

Ontem tinha um importante aliado de Bocalom pela Casa Civil.

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:
Close Bitnami banner
Bitnami