Aviso a quem cobra imparcialidade deste Portal: eu tenho lado na história

Fui questionado por amigos sobre o porquê de, como jornalista, ter assumido que voto no candidato petista Daniel Zen para a prefeitura de Rio Branco.

Os amigos cobram imparcialidade, como se o jornalista não fosse um agente ativo e participativo da história.

Vivemos um tempo difícil, de polarização e desconstrução daqueles que têm militância e defendem bandeiras voltadas para a justiça social.

Parece que quem é de esquerda fez a opção de ficar quieto, se acovardando.

Odeio a covardia obsequiosa.

Outros, que durante anos se beneficiaram das políticas petistas nos governos federal, estadual e municipal, trataram de mudar a cor da roupa e, sem pudor passaram a bajular a quem detém a caneta para nomear ou exonerar.

Esse pessoal, assim como fizeram, estão fazendo: lambendo as botas ou sapatos altos de quem está no poder.

Tenho convicção de que não hão sujeito social imparcial.

Jornalista tem as suas convicções políticas. Mas alguns se escondem na tal imparcialidade para esconder o que realmente querem.

Foi com essa suposta imparcialidade que os grandes veículos de comunicação do país se uniram aos setores conservadores, articularam um golpe político-midiático e levaram o país para a situação em que vivemos agora.

Alguém tem dúvida de quem ajudou a golpear à democracia para cassar uma presidenta legitimamente eleita?

Os “imparciais” da imprensa tiveram e têm lado. Só não dizem abertamente.

Penso que é preciso ter coragem.

Sou militante e jornalista.

Quem lê, ouve ou vê o que escrevo e falo sabe que tenho lado. Não será enganado nunca.

O que nunca fiz ou vou fazer é mentir para atingir a quem pensa politicamente diferente de mim.

Faço denúncias com provas.

Quero distância da turma que está no poder, assim como vejo que eles querem o mesmo.

Nisso concordamos em gênero, número e grau.

Vejo a imprensa americana, na maior democracia do mundo.

Numa das eleições mais polarizadas da história, os jornais americanos têm lado. E não escondem isso.

O jornal New York Time, um dos mais tradicionais, do planeta, fez editorial contra Donald Trump e a favor de Joe Biden.

Nem por isso perdeu credibilidade. Muito pelo contrário: ganhou.

Eu vou com Daniel Zen não apenas por ele.

Voto e apoio o petista porque nenhum partido fez pelo Acre e por Rio Branco do que o PT fez.

Zen tem ao seu lado os três melhores prefeitos da história da capital do Acre. Ou alguém vai duvidar que Jorge Viana, Raimundo Angelim e Marcus Alexandre não foram grandes administradores?

Este Portal está a milhões de anos luz de se comparar com o New York Time, mas tem lado.

É tempo de ter coragem

A história é cruel com os covardes.

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:
Close Bitnami banner
Bitnami