Avião de R$ 5 milhões de Gladson Cameli não decolou; aeronave pousou forçada pela pressão

Ficou na pista.

O avião de Gladson Cameli, assim como o governo, não decolou.

Falta a publicação oficial, mas Cameli teria dito que irá cancelar a licitação para o fretamento de uma aeronave birreatora a jato para as suas viagens.

A contratação poderia consumir mais de R$ 5 milhões por ano, chegando a R$ 20 milhões em quatro anos.

Essa contratação foi duramente criticada até por deputados da base aliada, como Roberto Duarte (MDB).

Cameli declarou, segundo parte da imprensa, que o avião não seria para as suas viagens, mas atenderia aos pacientes que precisassem viajar em casos de emergência.

O mendacioso governador parece brincar com a inteligência das pessoas, pois existem outros mecanismos para essas eventualidades, inclusive pedido de reforço ao governo federal.

Recomenda-se acompanhar o Diário Oficial.

O governador já disse que não teria interesse em contratar o fretamento, mas o chefe da Casa Civil, Ribamar Trindade, homologou a licitação.

Resta saber o que será dito ao pessoal da Manaus Aerotaxi, que já contava com o dinheiro do aluguel.

Biruta de aeroporto tem mais rumo do que Gladson Cameli e o seu governo sem norte.

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:
Close Bitnami banner
Bitnami