Ao impedir posse do TCE, Luiz Fux agride à língua portuguesa e escreve “Desisão”

Ao impedir posse do TCE, Luiz Fux agride à língua portuguesa e escreve “Desisão”

Vai sobrar para o estagiário.

Nem o mais despreparado assessor vai querer assumir tamanha anomalia ortográfica.

O fato anômalo e gritante está na decisão do ministro do STF Luiz Fux, que concedeu liminar contra a posse do ex-chefe da Casa Civil Ribamar Trindade, no cargo de conselheiro do Tribunal de Contas do Estado.

Luiz Fux escreveu: “Defiro o pedido de tutela antecipada para suspender a eficácia e a execução da desisão…”.

Isso mesmo: ele escreveu “desisão”.

Não dá para matar no peito e ignorar tamanha ignorância.

Sorte do presidente da Suprema Corte é que ninguém irá processá-lo por tamanha agressão à língua portuguesa.

Leonildo Rosas

Related Posts

Educação de Cruzeiro do Sul mostra como Marcio Bittar deve ser tratado por  chamar professores de privilegiados

Educação de Cruzeiro do Sul mostra como Marcio Bittar deve ser tratado por chamar professores de privilegiados

Não foi por bom senso: Gladson recua nas pinturas de prédios e espaços público por medo de ações judiciais

Não foi por bom senso: Gladson recua nas pinturas de prédios e espaços público por medo de ações judiciais

Empresas de primos do governador faturam R$ 36 milhões para duplicar  estrada do aeroporto de Cruzeiro do Sul

Empresas de primos do governador faturam R$ 36 milhões para duplicar estrada do aeroporto de Cruzeiro do Sul

Preso pela PF em operação no Amazonas, empresário acreano se dizia nas redes sociais contra a corrupção

Preso pela PF em operação no Amazonas, empresário acreano se dizia nas redes sociais contra a corrupção

No Comment

Deixe uma resposta