Anunciado como comandante da Fundhacre, tenente-coronel Lauro Melo deixou o caos como legado na Santa Casa de Pelotas, no RS

Não foi pela excelência na administração hospitalar que o governador Gladson Cameli anunciou o militar Lauro Ferreira Melo como próximo presidente da Fundação Hospitalar do Acre (Fundhacre).

Certamente foi porque quer transformar a pasta do “cartel” em um “quartel”.

Se competência, excelência e eficiência fossem critérios, o tenente-coronel do Exército ficaria longe do solo acreano.

Ferreira Melo assumiu a provedoria da Santa Casa de Pelotas (RS) em abril de 2017. Chegou ao município gaúcho em 2013, para comandar 9º Batalhão de Infantaria Motorizada (BIMtz).

O mandato do militar se encerrou este ano e não foi nada profícuo.

Como legado, Ferreira Melo deixou o caos. O dilúvio.

Os servidores da Santa Casa de Pelotas estão há três anos recebendo os seus salários parcelados.

Instituicão centenária, fundada em junho de 1847, a Santa Casa de Pelotas passa, segundo a imprensa gaúcha, pela pior crise da sua história.

O futuro presidente da Fundhacre deixou a instituição com uma dívida de quase R$ 90 milhões e a atual administração tenta um empréstimo junto ao Banrisul.

Atualmente, os funcionário do hospital estão em greve. Haviam recebido, até ontem, 24% dos salários de julho e estão sem nenhum valor do vale-transporte.

A folha de pagamento mensal do hospital é de R$ 2,8 milhões para os 1.030 funcionários.

A instituição possui 300 leitos para o Sistema Único de Saúde (SUS), e é referência para mais de 20 municípios da região.

Em fevereiro deste ano, a Santa Casa, ainda comandada por Ferreira Melo, deixou de fazer atendimentos no setor de traumatologia por tempo indeterminado. Também cancelou as cirurgias eletivas.

Natural do Rio de Janeiro, o coronel tentou se eleger vereador nas eleições de 2016 pelo PP, o mesmo partido do governador Cameli.

Teve uma votação pífia. Obteve apenas 854 votos.

O povo de Pelotas, ao contrário do governador, conhece o coronel.

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:
Close Bitnami banner
Bitnami