Adicional de titulação vira barganha em eleições de associações militares; dirigente apresenta áudio atribuído ao governador

Dirigente da Associação dos Militares do Acre (AME) anda exibindo áudio, supostamente de Gladson Cameli, onde o governador, segundo o policial, assume compromisso sério com a tropa.

Cameli, de acordo com o áudio, garante que pagará a gratificação por titulação até agosto deste ano.

Até lá, o processo eleitoral já ocorreu.

A AME é um braço sindical do vice-governador Wherles Rocha.

O presidente da associação, Joelson Dias, exerce a função de diretor da Secretaria de Estado de Segurança Pública.

Dias, inclusive, foi responsável direto pela exoneração do coronel Mário Cézar Freitas do comando da Polícia Militar.

Mário Cézar era favorável ao pagamento do adicional. Chegou a encaminhar parecer favorável da assessoria jurídica da PM à Secretaria de Gestão Administrativa.

Dizem nos quartéis que esse fato também pesou para que deixasse o comando.

Teria atrapalhado a armação política pelo “excesso de seriedade”.

O adicional de titulação vem sendo pleiteado porque o governo Tião Viana incorporou todos os “penduricalhos” salariais existentes no soldo dos militares.

Foi um ganho histórico para os militares acreanos o “soldão”.

As associações devem se reunir com membros do primeiro escalão do governo na próxima semana.

Sobre o áudio, como homens e mulheres experientes, os militares devem ficar de prontidão.

Cumprir a palavra empenhada não é o forte do rapaz eleito governador.

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:
Close Bitnami banner
Bitnami