Acreditar em quem? Governo diz que violência diminuiu; site aliado afirma que o número de morte aumentou

É melhor a sociedade criar o seu próprio “Mortômetro”.

Essa história de aumento e redução de homicídios causa confusão na cabeça de todos.

Contrariando a escalada de violência visível pela população, o governo do Estado tenta vender a segurança que não existe.

A agência de notícias oficial, mensalmente, publica extensa matéria dizendo que a violência diminuiu.

O texto e a fala são contraditos pela realidade.

Há muito tempo o sistema de segurança pública não vive uma crise tão profunda.

A atual gestão acabou com o Sistema Integrado por puro revanchismo e falta de visão estratégica.

As polícias Militar e Civil se digladiam nos bastidores.

Os disparos verbais são impublicáveis.

No mundo real, está havendo subnotificação nas delegacias porque os cidadãos não conseguem registrar uma simples queixa, pois falta até papel.

Enquanto a agência oficial anuncia a suposta redução, sites aliados com as diretrizes governamentais revelam outra situação bem menos tranquila.

Estabelecimentos comerciais resolveram fechar as portas mais cedo para evitar assaltos.

Os entregadores delivery têm evitado alguns bairros, temendo a execução sumária.

O medo chegou às escolas.

Semana passada, ao menos duas escolas encerraram a aula mais cedo.

Alunos ficaram assustados com o boatos de que organizações criminosas poderiam invadir as salas de aula.

A Segurança Pública tem um secretário, mas é comandado pelo vice-governador.

Anunciaram que em 10 dias devolveriam a tranquilidade à população acreana.

O buraco da bala é mais embaixo.

O Acre tem quase dois mil quilômetros de fronteira aberta.

Enquanto o governo federal não fizer a sua parte, a violência vai continuar galopante.

E a paz permanecerá existindo apenas nas notícias produzidas pela imprensa aliado e a agência do governo.

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:
Close Bitnami banner
Bitnami