Jorge Viana pode morar onde quiser; é um homem que reconstruiu o Acre

Nos últimos 30 anos, muitas pessoas demonstraram amor incondicional pelo Acre.

Só que dificilmente alguém fez mais do que o ex-governador e ex-senador Jorge Viana.

Ainda jovem, Viana disse que o Acre teria jeito.

Como governador comprovou em ação aquilo que verbalizou em discursos.

Em janeiro de 1999, Jorge Viana assumiu um estado desfigurado, com as instituições desmoralizadas, o crime organizado se articulando para chegar ao poder por meio do medo e do voto.

Um Acre à beira de ilegalidade. Com prédios públicos destruídos, salários de servidores em atraso, sem esperança.

Imagine o nosso Estado sem as obras executadas nos dois governos de Jorge Viana.

É simples.

Basta fechar os olhos ou buscar nos arquivos como éramos e como estamos.

Não existe heresia maior do que dizer que o Acre regrediu nos últimos 20 anos.

Avançamos e avançamos muito.

O Acre, antes de 1999, não tinha ensino médio em vários municípios, a energia só funcionava até às 22 horas nas cidades de difícil acesso, os professores da rede pública não tinham formação universitária.

Viana não assumiu um Estado.

Assumiu o caos.

Mas todo trabalho e dedicação de Jorge Viana parece não ter sido suficiente para receber a gratidão e o respeito.

Nas eleições do ano passado, a população preferiu tirar o seu mandato de senador para entregar a um aventureiro que só pisa no Acre em período eleitoral.

Hoje, um site local publicou com estardalhaço que Jorge Viana estaria de mudança para Brasília, como se isso fosse algo absurdo.

Pelo o que fez e ainda pode fazer, ele tem a liberdade de morar onde quiser.

Em outro local, talvez tenha oportunidade de trabalhar, pois certamente não irão lhe convidar e nem ele aceitaria trabalhar no governo.

Quem sabe longe do Estado a população volte a lhe dar outra oportunidade de governar o Acre.

Quem sabe…

Related Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:
Close Bitnami banner
Bitnami