Com o cabo de vassoura na mão, candidata a vereador ameaça bater duro em quem não cumprir promessas de campanha

Com o cabo de vassoura na mão, candidata a vereador ameaça bater duro em quem não cumprir promessas de campanha

O nome dela é Miracy Nunes de Almeida.

Empresária do ramos de confecções, ela tem participação ativa no sindicato da categoria.

Nessa eleição, a empresária se apresenta de firma original, com o nome de Mira Miroca.

A originalidade de Mira Miroca está no que carrega nas mãos para, segundo ela, cobrar as promessas não cumpridas pelo candidato a prefeito que for eleito.

Miroca é candidata a vereadora em Rio Branco pelo PSDC.

Chegou ao Portal um vídeo onde ela põe cabos eleitorais de um outro candidato para correr no cabo da vassoura.

Ela também questiona o fato de as máquinas terem sido colocadas no bairro somente no período eleitoral.

“Eu, Mira Miroca, estarei lá para tacar esse cabo de vassoura nas pernas de prefeitos, vereadores e secretário que não tiver compromisso com a população”, disse.

Veja o vídeo:

Leonildo Rosas

Related Posts

Sindicalistas da Saúde empossam palhaço Peteleco como governo e o levam para a mesa de negociação com o governo

Sindicalistas da Saúde empossam palhaço Peteleco como governo e o levam para a mesa de negociação com o governo

Pega na mentira: Após dizer que tinha R$ 113 milhões em caixa, Gladson fala em tirar R$ 50 milhões da obra do centro administrativo para comprar vacina

Pega na mentira: Após dizer que tinha R$ 113 milhões em caixa, Gladson fala em tirar R$ 50 milhões da obra do centro administrativo para comprar vacina

Suposta empresa chinesa que comprou a ZPE não pagou a primeira parcela do acordo comercial e pede mais prazo para honrar compromisso

Suposta empresa chinesa que comprou a ZPE não pagou a primeira parcela do acordo comercial e pede mais prazo para honrar compromisso

Sebastião Salgado se junta à luta do povo Ashaninka do Acre contra estradas na Amazônia

Sebastião Salgado se junta à luta do povo Ashaninka do Acre contra estradas na Amazônia

No Comment

Deixe uma resposta