Vida que Segue aborda terceirização da Saúde e videoaulas da rede pública de ensino

Vida que Segue aborda terceirização da Saúde e videoaulas da rede pública de ensino

Olá, pessoal!

Chegou a hora do nosso encontro diário aqui no canal Portal Rosas.

Sempre as 16h30 horário Acre

E 18h30 horário Brasília.

Não se esqueça de se inscrever no canal e acionar o sininho para receber notificação.

Não tem mais volta.

A partir de hoje o governo pode terceirizar quarenta por centos das unidades de Saude.

O governador Gladson Cameli sancionou a lei que transforma o Pró-Saúde no Instituto de Gestão de Saúde do Acre.

Já na sanção, o governador pôs por terra o discurso que sustentou a terceirização.

O discurso oficial era de que o instituto iria garantir os empregos dos servidores do Pró-Saude.

Eu nunca acreditei. 

Falei sobre isso diversas vezes.

Esse instituto foi criado para administrar as unidades de saúde.

Não para cuidar das pessoas. 

A prova é tanta que o governador vetou a emenda que garantia a permanência dos servidores nos municípios onde o instituto não terá contrato ativo.

Isso é muito grave.

Mais de quinhentas pessoas que moram no interior do Acre poderão ser prejudicadas. 

O alerta foi feito por deputados da base aliada e da oposição. 

Resta saber se os deputados terão coragem para derrubar o veto.

Na última vez que fizeram isso, perderam os cargos que têm na estrutura do governo.

Acovardara-se. 

Perderam o que restava de moral. 

Mudando de assunto.

Com três meses de atraso, o governo assinou contrato com empresa para fazer a transmissão e retransmissão das aulas para os alunos da rede púbica de ensino.

Contratou uma empresa amazonense para a empreitada. 

Vai pagar mais de um milhão e trezentos mil reais. 

A empresa é ligada ao grupo da Rede Amazônica de Televisão, o mesmo da TV Acre.

Quando um contrato desse vem a público é possível entender a postura dócil da linha editorial da TV Acre em relação ao governo.

Esperamos que realmente haja aula. 

Mas não custa os órgãos de controle acompanharem. 

Por outros mais de trezentos mil reais, o governo contratou outra empresa para produzir as aulas.

Segundo fonte, tudo foi gravado nos estúdios da TV Aldeia, embora a empresa contratada seja privada.

Os professores, ainda segundo a fonte, são funcionários do estado e receberão por meio de aulas complementares.

Como perguntar não ofende, vou perguntar: 

“o correto não seria a empresa pagar pelas aulas?”

Continuo achando que esse governo não resiste a uma investigação minimamente séria.

Quer ficar bem informado?

Acessse www.portaldorosas.com.br.

Não deixe de dar um like no comentário.

Se ainda não se inscreveu, inscreva-se no canal e ative o sininho para receber notificações.

Ajude-nos a chegar aos mil inscritos.

Até mais.

Vida que segue.

Leonildo Rosas

Related Posts

Vida que Segue: e se o dinheiro encontrado na casa do cunhado do governador fosse na de um petista?

Vida que Segue: e se o dinheiro encontrado na casa do cunhado do governador fosse na de um petista?

Vida que Segue: Governo e Aleac crucificam Jesus, vaga no TCE pode ir para o João, mas a ideia é emplacar o cândido Nicolau

Vida que Segue: Governo e Aleac crucificam Jesus, vaga no TCE pode ir para o João, mas a ideia é emplacar o cândido Nicolau

Vida que Segue: Suplente de Marcio Bittar pode ser o vice de Socorro Neri

Vida que Segue: Suplente de Marcio Bittar pode ser o vice de Socorro Neri

Beco sem Saída: Senador Petecão agradece ao médico Tião Viana por atendimento ao seu irmão

Beco sem Saída: Senador Petecão agradece ao médico Tião Viana por atendimento ao seu irmão

No Comment

Deixe uma resposta

Colunistas

Encontre-nos

Endereço
Av. Paulista, 123456
São Paulo, SP, CEP: 01311-300

Horário
Segunda—sexta: 9h–17h
Sábados e domingos: 11h–15h