TV Espinhosa: Há uma pandemia de interesses políticos no meio do governo

TV Espinhosa: Há uma pandemia de interesses políticos no meio do governo

Diga com sinceridade: você achava que a aliança vencedora nas eleições de dois mil e dezoito seria duradoura?

Se pensou, errou feio.

Sempre soube que o grupo politico que chegou ao poder no Acre sempre foi isso mesmo: um grupo.

Uma turma sem projeto de Estado.

Um amontoado de gente tentando viabilizar os seus próprios interesses.

Os resultados nefastos estão ai.

Em pouco mais de dois anos o espatifado está em praça pública.

Era essa mudança que você queria?

Vamos ver isso na TV Espinhosa?

Antes, peço que curta e compartilhe o vídeo tanto no Facebook quanto no YouTube.

No YouTube, além de se inscrever, peço que ative o sininho para receber notificações.

Essa TV Espinhosa e o Portal de Rosas não têm patrocinadores.

Sobrevivem de doações de quem acredita num jornalismo combativo.

Se puder, colabore!

A chave pix está disponível no seguinte endereço eletrônico: www.portaldorosas.com.br.

Vamos lá?

Mudar é o que todos queremos.

Mas nem sempre a mudança é sinal de melhora.

Na política, então, nem se fala.

Movida pelo discurso de mudança, a maioria dos eleitores do Acre elegeu a dupla Gladson Cameli/ Wherles Rocha para governar o Estado.

Eles venceram no primeiro turno com folgada margem de votos.

O povo também deu os mandatos de senadores a Sérgio Petecão e Marcio Bittar.

Os caras fizeram barba, cabelo e bigode.

Foi uma vitória esmagadora da oposição sobre o grupo político que estava no poder há vinte anos.

Passado pouco mais de dois anos, o que vemos no Estado é um conglomerado de interesses e intrigas entre aqueles que juravam fidelidade um ao outro.

Não é difícil entender o que se passa.

Essa turma nunca foi aliada. Se juntou para derrotar um inimigo comum, o PT.

Com o objetivo alcançado, agora estão no processo de autofagia.

O que é péssimo para a população.

Desde o início Gladson Cameli mostrou-se um sujeito inapto para governar, para liderar.

Fatiou a administração com aliados e deixou o barco correr frouxo.

Gladson tem um dos maiores pecados na politica: não cumpre a palavra.

O que diz sentado, não sustenta em pé.

Essa postura errática atrai adversários.

Ele mesmo já escolheu o senador Sérgio Petecão como o seu adversário nas eleições de dois mil e vinte e dois.

Tanta gente morrendo e sofrendo os efeitos da Covid-19, mas o governador, que diz não precisar da politica, fica anunciando candidatura à reeleição.

Será que é momento para isso?

Penso que não.

Fica a impressão de que o governador, que nada fez, escolheu a Covid-19 como a sua principal cabo-eleitoral.

Diversas vezes anunciou compra de vacinas que, digo sem medo de errar, não chegarão da forma anunciada.

Se vierem, será pelo Plano Nacional de Imunizacão.

Gladson terá sérias dificuldades, mesmo estando no poder, porque a aliança que lhe deu o governo acabou.

A própria candidatura de Petecão, se for confirmada, esfacela a base de Cameli.

Cabe lembrar que Petecão obteve muito mais votos do que Gladson.

Mas um dos maiores problemas de Gladson está dentro do governo.

Trata-se do vice-governador Wherles Rocha, que se comporta como um líder de oposição.

Rocha sabe fazer oposição.

No fim de semana, veio a público áudios revelando que supostamente Rocha paga militantes de redes sociais para atacar ao governador.

Ele pode até ter algumas figuras na sua folha de pagamento, mas Rocha não é de se esconder. Tem muitos defeitos, mas costuma meter a cara e dizer o que pensa.

O mesmo não se pode dizer de Gladson Cameli.

Seria bom se houvesse investigação para saber quem paga a quem.

Muitas coisas poderiam vir a público.

Seria comprovado que não há santo nessa paróquia governamental.

Por fim cabe lembrar que o fato de fazer críticas não isenta o vice-governador de culpa.

É cúmplice do Acre sem rumo.

Mas a vida segue.

Gostou dessa TV Espinhosa?

Curta e compartilhe.

Siga o Portal do Rosas no YouTube e ative o sininho para receber notificações.

Ajude a manter esse canal independente vivo, ativo e afiado.

Colabore com a nossa campanha de apoio.

O espinhoso aqui agradece.

Tchau e até a próxima com cheiro de Rosas.

Leonildo Rosas

Related Posts

TV Espinhosa – Denúncias de corrupção no governo Gladson acendem a luz vermelha, se os órgãos federais apertarem, é bom o governador se preparar para o pior

TV Espinhosa – Denúncias de corrupção no governo Gladson acendem a luz vermelha, se os órgãos federais apertarem, é bom o governador se preparar para o pior

TV Espinhosa – Ditadura nunca mais.

TV Espinhosa – Ditadura nunca mais.

TV Espinhosa: Sobre  bloqueio bancário, motoboy e governador que desmoraliza a polícia

TV Espinhosa: Sobre bloqueio bancário, motoboy e governador que desmoraliza a polícia

TV Espinhosa – No dia do seu aniversário, Gladson dá um lockdown nas minhas contas

TV Espinhosa – No dia do seu aniversário, Gladson dá um lockdown nas minhas contas

No Comment

Deixe uma resposta