Thiago Caetano reclama da proibição de cultos, mas terá que justificar lambanças como secretário

Thiago Caetano reclama da proibição de cultos, mas terá que justificar lambanças como secretário

Levado aos ostracismo após pífia passagem pela Secretaria de Infraestrutura (Seinfra), o engenheiro desprovido de portfólio de obras Thiago Caetano quer voltar a brilhar criticando medidas do seu ex-chefe Gladson Cameli a favor do isolamento social.

Caetano, que sonhava em ser candidato a prefeito de Rio Branco com o apoio do governador, quer voltar às luzes pela fé.

Em postagem no Facebook, o quase candidato parece ter se convertido ao fundamentalismo religioso, pois crítica a proibição de culto tipo driver thur da fé.

Segundo ele, os fiéis ficariam dentro dos seus carros ouvindo o pastor levar as palavras de fé. Isso seria um drible na lei é uma enganação na boa fé.

Thiago Caetano é evangélico e parece fazer milagres com o dinheiro que recebe. É um proprietário de uma elegante residência num chique condomínio perto da sua congregação.

Também precisa contar com proteção divina, pois sua breve passagem pelo governo está sob investigação interna e externa.

Segundo fonte, há situação tão complicada que nem Jesus na causa poderá livrá-lo.

Esse é o verdadeiro milagre da multiplicação de quem diz que tira leite de pedra.

Afinal, há várias formas de receber e pagar dízimos.

Amém!

Leonildo Rosas

Related Posts

Frank Lima perdeu a condição de permanecer como secretário de Saúde de Rio Branco

Frank Lima perdeu a condição de permanecer como secretário de Saúde de Rio Branco

Sem os bilhões prometidos, construção civil do Acre se contenta com as pequenas obras

Sem os bilhões prometidos, construção civil do Acre se contenta com as pequenas obras

É dever até dos aliados não levar a candidatura de Márcia Bittar ao Senado a sério

É dever até dos aliados não levar a candidatura de Márcia Bittar ao Senado a sério

Construção do Centro Administrativo sobe o telhado; a determinação é investir em pequenas obras

Construção do Centro Administrativo sobe o telhado; a determinação é investir em pequenas obras

No Comment

Deixe uma resposta