Steve Bannon, ideólogo de Trump, é banido do Twitter

Steve Bannon, ideólogo de Trump, é banido do Twitter

Steve Bannon, principal ideólogo de Trump, foi banido da rede social após dizer que decapitaria o principal especialista em pandemia do governo, Dr. Anthony Fauci, assim como o diretor do FBI, Christopher Wray

Portal Forum – Ex-conselheiro do presidente Donald Trump, Steve Bannon foi banido do Twitter na noite desta quinta-feira (5) após dizer que decapitaria o principal especialista em pandemia do governo, Dr. Anthony Fauci, assim como o diretor do FBI, Christopher Wray. O comentário foi feito em seu canal no YouTube, que removeu o vídeo do ar.

No vídeo, Bannon diz ao co-apresentador do programa, Jack Maxey, que Trump deveria ter um segundo mandato e sugeriu a demissão de Wray e Fauci. Em seguida, ele diz que o desligamento dos servidores não seria o suficiente.

“Eu realmente gostaria de voltar aos velhos tempos da Inglaterra Tudor, eu colocaria as cabeças em lanças, certo, eu as colocaria nos dois cantos da Casa Branca como um aviso aos burocratas federais”, disse. “É assim que você ganha a revolução. Ninguém quer falar sobre isso. A revolução não foi uma espécie de festa no jardim, certo? Foi uma guerra civil”, completou em outro trecho.

Veja mais aqui.

Leonildo Rosas

Related Posts

Bolsonaro pode ser enquadrado em crime de responsabilidade por mentiras em live sobre sistema eleitoral

Bolsonaro pode ser enquadrado em crime de responsabilidade por mentiras em live sobre sistema eleitoral

Wyllys: mídia comercial festeja Eduardo Leite gay, mas não questiona seu apoio a um homofóbico e esconde Fátima Bezerra lésbica

Wyllys: mídia comercial festeja Eduardo Leite gay, mas não questiona seu apoio a um homofóbico e esconde Fátima Bezerra lésbica

Sob pressão, Ministério da Saúde decide suspender contrato de compra da Covaxin

Sob pressão, Ministério da Saúde decide suspender contrato de compra da Covaxin

Luis Miranda confirma na CPI que foi Ricardo Barros o deputado citado por Bolsonaro na corrupção da Covaxin

Luis Miranda confirma na CPI que foi Ricardo Barros o deputado citado por Bolsonaro na corrupção da Covaxin

No Comment

Deixe uma resposta