Roberto Duarte é um político novo da velha política do MDB

Roberto Duarte é um político novo da velha política do MDB

Iniciando o jogo, o MDB apresentou o nome do deputado estadual Roberto Duarte como pré-candidato a prefeito de Rio Branco.

Desde que debutou na política, Duarte tem se destacado como um parlamentar oposicionista até mesmo de um governador que ajudou a eleger.

Comportou-se como opositor no breve mandato de vereador e está na mesma pegada no brevíssimo mandato de deputado.

Duarte parece um político novo, representante do que há de moderno na maneira de fazer política.

Mas será que é tão novo assim, que pretende se desvencilhar de antigos caciques?

Os fatos e as fotos apontam que não.

A primeira apresentação de Duarte como postulante à cadeira de prefeito de Rio Branco aconteceu em Brasileia, na fronteira do Brasil com a Bolívia.

Em Brasileia, o medebista posou ao lado de condenados da Justiça como os ex-prefeitos Aldemir Lopes e Everaldo Gomes.

Lopes, é bom lembrar, até há pouco tempo participava de reuniões partidárias com o adereço da tornozeleira eletrônica.

Já em Rio Branco, Roberto Duarte tinha ao seu lado Marcio Bittar e o ex-prefeito de Cruzeiro do Sul Vagner Sales.

Bittar é um aventureiro, que debutou na política financiado pela malfadada conta fantasma Flávio Nogueira, que tinha o seu irmão Mauro como um dos operadores.

Bittar foi apoiado abertamente pela máquina da prefeitura para se eleger deputado federal, quando o correligionário Mauri Sérgio era prefeito.

Vagner Sales, por sua vez, está impedido de concorrer a cargo eletivo por ser condenado pelo crime de improbidade administrativa.

Sales é um homem rico com os lucros obtidos pela política.

A sabedoria popular diz: “Dize-me com quem andas, que te direi quem és”.

O pré-candidato a prefeito do MDB terá dificuldades para dizer que representa o novo andando tão mal acompanhado.

A situação ficará pior quando for apresentado ao público pelo cacique-mor da legenda: Flaviano Melo.

Roberto Duarte vem emendando uma eleição atrás da outra, sem terminar um mandato. Ele, ao fazer tantas críticas ao governo estadual, não mira à prefeitura. Está de olho mesmo é na sucessão de Gladson Cameli.

Leonildo Rosas

Related Posts

Comissão de Fiscalização dos Recursos e Ações ao Combate à Covid-19 vistoria almoxarifado da Secretaria de Saúde

Comissão de Fiscalização dos Recursos e Ações ao Combate à Covid-19 vistoria almoxarifado da Secretaria de Saúde

Edvaldo Magalhães defende plano emergencial de socorro ao comércio e ao setor de serviços por conta da pandemia

Edvaldo Magalhães defende plano emergencial de socorro ao comércio e ao setor de serviços por conta da pandemia

Campeã de votos nas eleições de 2018, deputada Meire Serafim viaja de UTI a São Paulo para tratamento contra a Covid-19

Campeã de votos nas eleições de 2018, deputada Meire Serafim viaja de UTI a São Paulo para tratamento contra a Covid-19

Marcus Alexandre e Daniel Zen debatem propostas para Rio Branco

Marcus Alexandre e Daniel Zen debatem propostas para Rio Branco

No Comment

Deixe uma resposta

Colunistas

Encontre-nos

Endereço
Av. Paulista, 123456
São Paulo, SP, CEP: 01311-300

Horário
Segunda—sexta: 9h–17h
Sábados e domingos: 11h–15h