“Primeira vez que eu vejo um réu que quer ser condenado”, diz Ilderlei Cordeiro

“Primeira vez que eu vejo um réu que quer ser condenado”, diz Ilderlei Cordeiro

Em entrevista a uma rádio local, o prefeito de Cruzeiro do Sul, Ilderlei Cordeiro, apresentou tranquilidade sobre o seu julgamento. O gestor também indagou a contradição da defesa de Vagner Sales, que atuar para que haja condenação.

“Essa é a primeira vez que vejo um réu querendo ser condenado. Porque os advogados dessa turma contra nós, está pedindo para que haja audiência. Sendo que fui eu que pedi para o áudio ser validado, pois lá aparece quem pede e oferece dinheiro, que não fui eu e sim o ex-prefeito”, salientou Ilderlei.

Uma decisão favorável à cassação da chapa beneficia diretamente o ex- prefeito Vagner Sales (MDB), que também é réu no processo. Desde que percebeu a possibilidade de tirar Ilderlei da corrida eleitoral, o mdbista tem atuado para uma condenação.

“Eu é que quero que a audiência saia para provar a minha inocência. Nos áudios fica muito claro que não cometi e não compactuo com crimes.”, destacou o prefeito.

O julgamento foi remarcado para a próxima quarta-feira, 12.

Leonildo Rosas

Related Posts

Edvaldo destaca apoio de deputados para o projeto de autoria dele que visa a contratação de médicos formados no exterior

Edvaldo destaca apoio de deputados para o projeto de autoria dele que visa a contratação de médicos formados no exterior

Proposta de Perpétua Almeida estabelece auxílio de R$ 2 mil para caminhoneiros

Proposta de Perpétua Almeida estabelece auxílio de R$ 2 mil para caminhoneiros

CPI da Educação proposta por deputados da oposição e independentes será a primeira a ser instalada na Aleac

CPI da Educação proposta por deputados da oposição e independentes será a primeira a ser instalada na Aleac

Leo de Brito denuncia abandono e descaso na escola estadual Esperança do Povo no Seringal Cachoeira

Leo de Brito denuncia abandono e descaso na escola estadual Esperança do Povo no Seringal Cachoeira

No Comment

Deixe uma resposta