Presidente do Sindicato da Saúde ameaça greve, diz que secretária trata servidores como lixo e culpa Gladson Cameli

Presidente do Sindicato da Saúde ameaça greve, diz que secretária trata servidores como lixo e culpa Gladson Cameli

A carta aberta da secretária Mônica Kanaan não sensibilizou o conjunto dos servidores da Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre).

Enquanto Kanaan cuida dos seus afazeres particulares nos próximos 10 dias, a temperatura ferve nas unidades.

Em áudio enviado em grupos de WhatsApp, o presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Saúde, Adailton Cruz, afirma que os profissionais estão revoltados com a situação e conclama a todos para o que classifica de guerra pelo respeito e valorização dos trabalhadores.

A ira maior é depositada na secretária Kanaan, mas também tem como alvo o governador do Estado.

Usando termos do “acreanês”, Cruz reclamou que a gestora veio “da casa do Chico” para ditar regras sem saber quem são e pelo que passam os servidores.

“Ela chegou aqui querendo se impor com a visão voltada somente para médicos. E tratando os demais profissionais como cachorro e lixo”, acusou.

Segundo Cruz, Kanaan seria a pessoa menos indicada para assumir a gestão em saúde do nosso Estado, mas tem convicção de que será preciso “lutar muito, com muita força, para retirá-la”.

Essa retirada, de acordo com o sindicalista, inclui bater também no governador Gladson Cameli.

“Ela não veio para cá sozinha. Veio porque ele, o governador, está apoiando. O que ela está fazendo conta com o apoio e assinatura dele”, destacou.

Adailton Cruz fortalece o argumento destacando que o responsável direto por tudo o que ocorre na Saúde é Cameli.

Isso só está ocorrendo porque ele quer. Ele sequer deu ouvidos a quem está aqui, a quem conhece, quem trabalha dia a dia”.

Dialogando com a categoria, o sindicalista ressalta que todos sabem que não se avança num processo de saúde humilhando e desrespeitando os profissionais.

“Os nossos profissionais estão morrendo com o salário baixo. Só iremos melhorar quando o gestor olha para si e ver que tem que nos ajudar, respeitar, valorizar, dar um salário digno e as condições de trabalho”.

Antes de ir conversar direto com os servidores, o sindicalista informou que está fazendo todo o planejamento e que, a partir da semana que vem, estará com um material informativo para não chegar nas unidades com as mãos abanando, informando o que está acontecendo e conclamando a união e todos.

“Iremos passar em todas as unidades do Estado. Vamos definir o processo de greve uniforme em todo o Estado para a gente mostrar que não está de brincadeira”.

Cruz finaliza revelando que o seu maior sonho é que os servidores façam uma invasão ao prédio da Sesacre do primeiro ao quinto andar.

Leonildo Rosas

Related Posts

Gladson nomeia ex-petista para cuidar da Saúde em Porto Walter

Gladson nomeia ex-petista para cuidar da Saúde em Porto Walter

Governo Gladson Cameli contrata, por mais de R$ 1 milhão, empresa do Amazonas para transmitir videoaulas a alunos da rede pública do Acre

Governo Gladson Cameli contrata, por mais de R$ 1 milhão, empresa do Amazonas para transmitir videoaulas a alunos da rede pública do Acre

Filho do prefeito de Marechal Thaumaturgo descumpre lockdown decretado pelo próprio pai

Filho do prefeito de Marechal Thaumaturgo descumpre lockdown decretado pelo próprio pai

Gladson volta atrás novamente e renomeia militares ligados a Rocha

Gladson volta atrás novamente e renomeia militares ligados a Rocha

No Comment

Deixe uma resposta

Beco Sem Saída

Não foi fornecido um URL válido.

Publicidade

Publicidade