Prefeito de Porto Acre vai gastar mais R$ 1,3 milhão com confecção de chaves, materiais gráficos e visuais

Pelo Brasil a fora e boa parte do Acre, a maioria dos mais de cinco mil prefeitos está fazendo verdadeiros malabarismos políticos e administrativos para fecharem as suas contas.

Diversos gestores, embora possam concorrer à reeleição, estão avaliando se tentarão ou não concorrerem para obter novo mandato.

Mas há aqueles que parecem ignorar a crise e demonstram, pela sua ações, que têm dinheiro a rodo para gastar.

Esse parece ser o caso do prefeito da histórica cidade de Porto Acre, o recém convertido ao PP Bené Damasceno.

Pelo  que foi publicado no Diário Oficial, Damasceno pretende fazer uma “revolução”, na sua imagem. 

O prefeito homologou o pregão eletrônico que visa gastar a nada desprezível quantia de R$ 1,3 milhão com matérias gráficos, visuais, carimbos e cópias de chaves.

A  homologação chama a atenção porque Porto Acre é um dos municípios mais problemáticos do Estado. Conta com diversos núcleos urbanos, que necessitam de intervenção permanente do poder público municipal.

Como falta menos de um ano para o fim do atual mandato, dificilmente a prefeitura irá conseguir consumir tudo o que será contratado.

Certamente os órgãos de controle irão acompanhar tudo com a lupa que o caso exige.

Deixe uma resposta

Next Post

Gladson e Rocha receberam quase R$ 250 mil em diárias

ter jan 7 , 2020
Gladson Cameli e Wherles Rocha não têm em comum apenas o fato de pilotarem, sem […]
%d blogueiros gostam disto: