Nos governos de Gladson e Bolsonaro, a pobreza no Acre só aumenta

Nos governos de Gladson e Bolsonaro, a pobreza no Acre só aumenta

A pobreza no Acre aumentou durante os governos de Gladson Cameli e Jair Bolsonaro.

Os dados são dos Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Essa triste constatação está na matéria do excelente repórter Edmilson Ferreira, publicado no site AC24Horas.

Segundo a matéria, o Acre tinha 16,1% de sua população vivendo abaixo da linha da pobreza extrema em 2019, segundo a pesquisa Síntese de Indicadores Sociais (SIS) divulgada nessa quinta-feira, 12, IBGE.

“Levando em conta parâmetros criados pelo Banco Mundial, o IBGE considera em extrema pobrezas os domicílios que tem renda per capita inferior a US$1,90 PPC (paridade de poder de compra) ao dia”.

Veja a matéria completa aqui.

Leonildo Rosas

Related Posts

Alysson Bestene deixa a Saúde pacificada e terá a missão de ajudar a pavimentar o caminho para a reeleição de Gladson

Alysson Bestene deixa a Saúde pacificada e terá a missão de ajudar a pavimentar o caminho para a reeleição de Gladson

VÍDEO: Casa de Acolhida Souza Araujo tem energia cortada

VÍDEO: Casa de Acolhida Souza Araujo tem energia cortada

Jorge Viana inicia por Assis Brasil retomada de andanças pelo Estado e visita os municípios do Alto Acre

Jorge Viana inicia por Assis Brasil retomada de andanças pelo Estado e visita os municípios do Alto Acre

Sindicalistas da Saúde empossam palhaço Peteleco como governo e o levam para a mesa de negociação com o governo

Sindicalistas da Saúde empossam palhaço Peteleco como governo e o levam para a mesa de negociação com o governo

No Comment

Deixe uma resposta